All posts by Luis Riley

Veja qual a nota mínima para passar no Enem?

Você já deve saber que o Enem possibilita a utilização de vários programas e recursos anualmente. Através do exame, você pode começar estudar na universidade dos seus sonhos e ás vezes, com custo zero. Entretanto, para garantir a sua vaga, é preciso atingir uma determinada pontuação. Você sabe qual a nota mínima para passar no Enem?

O que é o Enem?

O Enem é o Exame Nacional do Enino médio e através da pontuação alcançada nele, são distribuídas vagas para as universidades púbicas e privadas.

Os estudantes podem participar da avaliação desde o primeiro ano do Ensino Médio, mas só concorrem as bolsas no último ano deste período.

A prova do Enem é dividida em dois domingos consecutivos, sendo efetuada em 90 questões cada dia e uma prova de redação que deve ser efetuada no primeiro dia.

Programas disponíveis

Fies

O Fies é um programa de financiamento estudantil com as taxas de juros mais baratos do mercado. Através do rpograma, diversos joven conseguem suporte para cursar a sua graduação se inscrevendo no SisFies.

De acordo com o novo regulamento do programa, é necessária a participação na versão mais recente do Enem para poder se inscrever no FIES 2019. Sendo um requisito ter nota superior a 450 pontos em cada parte da prova, incluindo a redação.

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (SISU) é responsável pela coordenação, assim como a distribuição de vagas na universidade pública de todo o país.

Para se inscrever no sistema, é preciso que o estudante realize a prova do Enem. As vagas são distribuídas a partir da nota de corte de cada curso, então para garantir a sua vaga é preciso que a sua pontuação supere esta nota. Confira abaixo a nota de corte para alguns cursos:

Secretariado

Nota mínima para ampla concorrência – 644,0

Turismo

Nota mínima para ampla concorrência – 647,0

Pedagogia

Nota mínima para ampla concorrência – 651,0

Prouni

O Programa Universidade para todos funciona de maneira parecida com o Sisu, mas é inteiramente dedicado as bolsas integrais e parciais da rede privada de ensino.

Os participante do Enem podem se inscrever no programa dentro do prazo determinado e concorrer a diversas bolsas nas instituições que são parceiras da inciativa. Confira as notas de corte do programa:

Engenharia Agronômica

Nota mínima para ampla concorrência – 540,50

Estatística

Nota mínima para ampla concorrência – 621,98

Letras Português e Inglês

Nota mínima para ampla concorrência – 662,92

Sisutec

Para quem está pretendendo usar a nota do Enem para se inscrever em um curso técnico, o programa ideal é o Sisutec. O recurso tem outros requisitos, mas a participação no exame é fundamental.

Para se inscrever no sistema é preciso que as pontuações em cada parte do Enem seja suprior a 450 pontos e você não pode zerar a redação. As vagas são distribuídas pela pontuação.

5 programas educacionais para aumentar sua qualificação profissional

O mercado de trabalho está cada vez mais exigente. Procura-se um profissional que esteja atualizado e que ofereça um diferencial em sua formação, por isso, quem quer ter sucesso não pode deixar de investir em educação. Hoje, muitas iniciáticas têm o intuito de melhorar o cenário profissional da brasileiro e você pode se utilizar delas para melhorar o seu currículo.

Conheça a seguir 5 programas educacionais para aumentar a sua qualificação profissional e seja um funcionário destaque.

Pronatec

A modalidade de cursos técnicos está muito em alta no Brasil, por isso, iniciativas como o Pronatec têm ficado cada vez mais populares. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego visa padronizar o ingresso a nível técnico e oferecer oportunidades para o estudantes que acabaram o Ensino Médio recentemente.

Os interessados no programa, devem estar atento às informações da próxima oferta de vagas e não perder as inscrições Pronatec 2019. Confira a oferta para a sua região!

Sisutec

Como mencionamos, o curso técnico está em muita demanda, isto porque oferece formação de qualidade em um curto período de tempo. Quem quer ingressar no mercado de trabalho ou quem precisa se especificar rapidamente em uma área deve conferir a proposta do Sisutec.

O programa permite que os alunos confiram as bolsas gratuitas e possam se candidatar à elas através do site. Para os interessados que desejam ingressar em um curso em breve, é indispensável ficar por dentro do Sisutec 2019.

Prouni

O Prouni é o Programa Universidade Para Todos e permite que os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) concorram a bolsas de estudo em instituições privadas.

O programa oferta bolsas integrais e parciais, vindo a depender do desempenho de cada candidato. Vale lembrar que o Prouni é destinado ao ensino a nível superior.

Sisu

Também destinado às graduações tradicionais, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é responsável pela oferta de bolsas na rede pública de ensino, também usando como critério de avaliação desempenho dos candidatos no ENEM.

Vale mencionar que tanto o Prouni como o Sisu, ofertam graduações na modalidade presencial e à distância!

Educa Mais Brasil

O Educa Mais Brasil é um programa que proporciona desconto nas mensalidades para os estudantes que não podem pagar o valor integral. A iniciativa é parceira de várias instituições, por isso, não é difícil encontrar a oportunidade ideal para você.

A inscrição no programa é online, então, os interessados devem acessar o site oficial do Educa Mais Brasil e ficar olho na oferta de cursos para a sua região.

Posso concluir meu ensino médio com o ENEM?

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é utilizado para avaliar o conhecimento adquirido pelos alunos durante o período do Ensino Médio. Muitos estudantes que já tem 18 anos completos e não concluíram o período escolar ainda intencionam obter um certificado de conclusão de ensino médio através do ENEM. Mas ainda é possível requerer este documento?

Saiba se você pode solicitar o benefício ou não lendo as informações a seguir:

Antes, os alunos que já tinham 18 anos completos até o dia da realização da prova do ENEM e tinham conseguido alcançar 450 pontos em todas as modalidades do exame, podiam solicitar um diploma que substituía a conclusão do ensino médio, mas desde 2017 isto não é mais permitido.

A opção mais viável para quem desejar concluir em pouco tempo seu ensino escolar, é realizar a prova do Encceja. Não conhece o exame? Saiba mais a seguir:

O que é o Encceja?

Para os alunos que desejam obter um certificado que comprove a conclusão do ensino escolar, existe o Encceja.

O Exame Nacional para Certificação de Competência de Jovens e Adultos é uma inciativa do Ministério da Educação (MEC) que proporciona um diploma do ensino fundamental e médio através da realização de uma prova.

Quem pode se inscrever para realizar a prova?

A intenção de realizar o Encceja é de acelerar o processo de finalização da escola para alunos que acabaram perdendo muito tempo e não ocasionar na desistência do ensino médio por parte dos estudantes, por isso, há alguns requisitos para participar da prova.

  • Para os alunos do ensino fundamental, é preciso ter 15 anos completos até o dia da realização do exame;
  • Para os alunos do ensino médio, é preciso ter 18 anos completos até o dia da realização do exame.

Se você já realizou a prova, esteja atento à divulgação do gabarito Encceja 2019.

Como se inscrever?

Se inscrever no Encceja é simples e totalmente gratuito! Quando abrir o período de inscrição, você deverá acessar o portal do Sistema de Inscrições, o INEP, e clicar na palavra “Encceja”. Depois, vá até a página do participante e preencha com seus dados pessoais. No próprio portal, você receberá um cartão de confirmação da inscrição e informações sobre a prova, como data e local.

Não esqueça de confirmar a sua inscrição. No dia da avaliação, você deverá levar um documento de identificação, tal como o RG, o passaporte, o certificado de reservista, a carteira nacional de habilitação, entre outros. Se informe mais no site.

Como Funciona as Bolsas do Educa Mais Brasil?

O Educa Mais Brasil é um programa de incentivo que oferece descontos para os estudantes que desejam ingressar em alguma instituição particular. O maior objetivo do programa é aumentar a qualidade de ensino do país. Se você tem interesse em ser um estudante beneficiado, continue lendo para descobrir como funciona a distribuição de bolsas do Educa Mais Brasil.

As bolsas do Educa Mais Brasil

Muitas pessoas não sabem, mas o programa Educa Mais Brasil não beneficia apenas quem deseja suavizar as mensalidades do ensino superior. As bolsas também estão disponíveis para o financiamento da educação básica em instituições privadas.

Ou seja, existem vários tipos de bolsa no projeto. Confira abaixo:

  • Educação Básica – De Berçário ao Ensino Médio;
  • Educação Para Jovens e Adultos – EJA;
  • Preparatórios para ENEM e Vestibular;
  • Preparatórios para Concursos Públicos;
  • Cursos Livres Complementares;
  • Cursos Técnicos;
  • Idiomas;
  • Graduação;
  • Pós – Graduação.

Quem pode se inscrever

Para concorrer a uma das bolsas, de qualquer categoria, o candidato precisa estar preenchendo alguns requisitos. Tem direito a concorrer aos benefícios do programa, quem:

  •  Comprovar sua situação financeira de baixa renda para provar que não tem como arcar com as mensalidades integrais.
  • Nunca tiver realizado matrícula na instituição privada que escolher.
  • Não tiver realizado matrícula em instituições de ensino superior em um período de 6 meses após o fim do ensino médio.
  • Tiver alcançado uma boa nota do ENEM  (Exame Nacional do Ensino Médio).
  • For aprovado nos processos seletivos das próprias instituições de ensino.

Como se inscrever

Se inscrever no Educa Mais Brasil é fácil e simples. Você fará todo processo de inscrição pela plataforma online, sem sair do conforto da sua casa. O que você deve fazer é:

  • Acessar o site oficial do Educa Mais Brasil.
  • Fornecer ao site a sua cidade para que ele faça uma busca nas oportunidades.
  • Escolher o curso de sua preferência.
  • Avaliar as bolsas disponíveis e os descontos.
  • Selecionar a bolsa que for mais condizente com as suas preferências.

Pronto! Depois disso, é só fornecer alguns dos seus dados pessoais para o site e verificar a documentação que você precisará portar quando for comparecer à instituição de sua escolha. Você pode modificar suas informações na plataforma a qualquer instante.

Ficou interessado e deseja conquistar uma bolsa para começar a investir no seu futuro? É simples, basta acessar o site do educa mais Brasil. Outra maneira de ingressar no ensino particular com bolsas de 50 a 100% de desconto é o ProUni, um programa criado pelo governo federal a fim de facilitar o acesso dos estudantes ao ensino superior. Para saber mais, acesse o site do programa.

FONTE:  https://prouni2018.inf.br/

Quer ser promotor de justiça? Saiba como!

Promotor de justiça é mais um dos profissionais da área judiciária responsáveis por zelar pelas leis no Brasil. É um dos profissionais mais aclamados no exercício do Direito e com uma longa carreira a seguir. Para saber o passo a passo para ser um promotor de justiça é só conferir nosso artigo a seguir.

O que é um promotor de justiça?

Promotor de Justiça é um advogado especializado em Direito Penal. É um advogado responsável por defender o interesse público e os cidadãos através de se fazer a execução das leis pré estabelecidas. 

Uma forma de entender melhor como o promotor funciona é analisando a sua função em um tribunal. De um lado fica o réu e o advogado de defesa e do outro o promotor público. Ele não é o advogado de acusação, está ali defendendo o estado e o poder público para que as leis se façam executadas e mantidas. É uma função de um advogado do povo. 

O promotor público trabalha defendendo o estado. Por exemplo: ele pede a reclusão de um ladrão porque acredita que ele está ofendendo o poder público. Ele preserva a sociedade como um todo e a forma como faz isso é fazendo valer as leis do código penal. 

Para alguns é uma função estressante porque ele não trabalha em apenas um caso mas em vários deles ao longo do dia. O salário é pago pelo Estado e nem sempre compensa o nível de estresse.

Cursos para ser promotor de justiça

Um promotor de justiça obrigatoriamente precisa ter o curso de Direito. Ele deve passar os cinco anos exigidos na faculdade ou universidade para obter a sua formação acadêmica como graduado. Este é o primeiro passo para chegar ao cargo de promotor. 

Como todos os estudantes formados em direito ele deve fazer o exame da ordem para obter a sua CNA OAB 2019. Esse exame é necessário porque todos os promotores precisam exercer a função de advogado por ao menos quatro anos. E para exercer a profissão é preciso ter a carteira da Ordem dos Advogados do Brasil. O exame é realizado entre três e quatro vezes ao ano e pode ser feito quantas vezes quiser. 

O próximo passo é ser advogado por no mínimo quatro eles. A experiência profissional precisa ser comprovada com documentação. Uma prova seria a carteira assinada em um escritório, por exemplo. Mas o nome do advogado está nos casos e processos e isso prova que ele exerceu a função. 

A partir dai é só ser aprovado no concurso público. É um dos mais concorridos do Brasil.

Dicas para se tornar um promotor de justiça

A concorrência de um concurso com vaga para promotor de justiça é enorme. Não são abertas muitas vagas e as disponíveis são muito concorridas. Em alguns concursos pode chegar a apresentar mais de mil candidatos por vaga.

Quanto antes se iniciar a preparação melhor. E como todos os candidatos são advogados a tendência é as notas em tais disciplinas serem altas. O diferencial pode ser nas demais matérias. 

5 Serviços Oferecidos Pela Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal é o principal banco público do Brasil. Também é o principal agente do governo em ações tanto de pagamento como recolhimento de verba para projetos sociais. Muitos dos serviços oferecidos pela Caixa são para não clientes, a população em geral que necessita de saques de serviços do Governo. Saiba mais a seguir. 

Os serviços oferecidos pela Caixa a seus clientes

Clientes da Caixa Econômica Federal contam com um dos maiores bancos do Brasil. São milhares de agencias e pontos de atendimento eletrônico espalhados nas principais cidades do país, tanto capitais como interioranas. 

Tendo uma conta corrente ou poupança, o cliente Caixa conta com:

  • Saques 24 horas por dia em terminais de auto atendimento (caixa eletrônicos);
  • Empréstimos e financiamentos pessoa física ou jurídica;
  • Transferência entre bancos (DOC ou TED);
  • Emissão de cheque – se não há nenhum impedimento cadastral;
  • Consulta de extrato FGTS;
  • Previdência privada;
  • Extrato e pagamento de cartão de crédito do próprio banco;
  • Extrato e saldo de conta bancária ou poupança em qualquer horário;
  • Dentre outros. 

Todos os serviços informados acima podem ser feitos tanto em agências bancárias, terminais de auto atendimento como através do aplicativo instalado no celular ou site no computador. Para estes dois últimos é necessário ter a senha de acesso eletrônico, cadastrada diretamente com seu gerente.

Os 5 principais serviços oferecidos pela Caixa

Não sendo cliente da Caixa ainda assim ela oferece alguns serviços para a população em geral. Alguns dos mais conhecidos são:

Saque do bolsa família – todos os beneficiados do programa podem se dirigir até uma agência da Caixa com seu cartão cidadão, senha e realizar o saque. No caixa com um atendente também pode realizar o saque com documento de identificação com foco e cartão cidadão em mãos. 

Extrato do FGTS – qualquer caixa com os dados pessoais do beneficiário pode realizar a consulta. Assim o trabalhador pode acompanhar se a empresa está de fato honrando com sua obrigação prevista na CLT ou pode entrar em contato. 

Pagamento de aposentadoria – ela é um dos bancos responsáveis por pagar aposentadoria por idade, tempo de serviço e por invalidez. Há um calendário de liberação a se obedecido e esse é determinado pela Caixa e INSS em conjunto.

Pagamento de seguro desemprego – a Caixa Econômica Federal é um dos principais bancos responsáveis por pagamento do seguro desemprego. O valor deve ser liberado antes pelo Ministério do Trabalho ou pela própria agencia apresentando a documentação. 

Não é o anco quem determina quanto será pago de Seguro Desemprego. É o tempo de contribuição e se foi demissão sem justa causa ou não. O sistema apenas libera o valor determinado pelo INSS. Para problemas com o seguro desemprego deve-se procurar o Instituto Nacional de Seguridade Social. 

Financiamento do Minha Casa Minha Vida – apesar de outros bancos trabalharem com esta linha de crédito, a Caixa é um dos principais. Muitas linhas de financiamento para quem não pode pagar pela moradia começam primeiro nela e as verbas maiores liberadas do Governo são neste banco. 

 

 

 

Professores irão ter prioridade na restituição do IR: Entenda!

Como nova medida sobre o Imposto de Renda (IR), foi sancionada lei pelo presidente Michel Temer que permite aos professores ter prioridade na restituição. A lei começa a vigorar a partir da próxima declaração. Saiba mais!

Lei permite que professor receba restituição primeiro

De acordo com o parágrafo único no Artigo 16 da Lei 9.250, de 1995, agora os professores são prioridade na lista de receber restituição do imposto de renda. Mas ainda permanece como primeiro da fila no primeiro lote os idosos, considero grupo prioritário. 

A medida foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e sancionada pelo presidente Michel Temer. Ela deve valer a partir dos próximos pagamentos que começam entre agosto e setembro do mesmo ano. 

Há uma ordem de preferência e os professores ficam no segundo bloco. Os primeiros são os idosos de acordo com Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03). Os maiores de 60 anos recebem sempre primeiro a restituição e contam com outros benefícios em tributos também. 

Entre os professores há um preferencial para alguns grupos também. Os profissionais de sala de aula com magistério como principal fonte de renda recebem primeiro que os demais. Os professores com mais de 60 anos na atividade entram no grupo dos idosos como preferencial. 

Como funciona a restituição do IR para os demais

Para os demais declarantes do Imposto de Renda continua as mesmas datas de recebimento. A restituição é dividida em quatro lotes, todos anunciados no site da Receita Federal e na mídia nacional amplamente. 

O primeiro lote será reservado sempre para os idosos e agora entram os professores. Já o segundo fica com os demais contribuintes de acordo com a data em que enviaram as suas declarações. A preferência é por quem enviar primeiro. 

O valor é debitado na conta corrente de acordo com as informações enviadas no formulário para a Receita Federal. Caso tenha algum erro na declaração ou a restituição não tenha sido paga no período informado, é só procurar a Receita para mais informações e esclarecimentos.

Na restituição recebe-se valores que já foram pagos em prestações de serviços e com gastos para terceiros. Quanto mais se gasta com dependentes, escola, educação, pensões e outros itens fixos e com nota fiscal mais se tem a receber.

Calendário deve ser obedecido por todos

O envio da declaração do imposto de renda deve ser na data informada pela Receita Federal sempre. Isso vale para idosos, professores, empresas e pessoas físicas dos mais diversos tipos. 

O primeiro bimestre do ano sempre é voltado para pessoa física. Já o segundo para pessoa jurídica e com data máxima. Após o prazo estipulado pelo órgão federal há multa por não envio. E se não for enviado de fato a declaração o CPF (Cadastro de Pessoa Física) fica suspendo para mais esclarecimentos.

Para enviar a declaração de Imposto de Renda basta acessar o site da Receita Federal. O envio é gratuito mas o formulário deve ser preenchido integralmente com os valores corretos. Também deve constar informações sobre os gastos com dependentes como pensões, gastos médicos, escolares, dentre outros. 

Como conseguir um desconto maior no IPVA?

O pagamento do IPVA já deve estar agendando na vida dos proprietários de veículos. Mas como é um dos impostos mais caros a serem pagos durante o ano pode-se pensar em algumas formas de deixar o tributo mais suave. Como seria? Com descontos e algumas medidas. Saiba mais!

Pagamento do IPVA pode ser parcelado

Assim que o Detran envia o boleto ele já pensa nas chances de receber a arrecadação. Infelizmente o valor não é dos mais em conta a ser pago todos os anos e quanto mais novo o veículo mais caro o imposto. Em primeiro momento já é enviado o boleto para quitação à vista e em parcelas de até seis vezes. 

Todo mundo recebe o IPVA parcelado já com todos os boletos juntos. Caso perca o documento é só entrar no sistema do Detran de sua cidade e realizar o pagamento sem problemas. O importante é se manter no prazo para renovação do documento do veículo e andar regularizado nas ruas. 

Mas parcelado ou não o imposto não pode deixar de ser pago. Sem a quitação do débito o proprietário não recebe o novo documento do veículo e não está autorizado a transitar com ele. Em uma fiscalização pode rolar apreensão do veículo e multa gravíssima. 

Caso já esteja em atraso deve-se procurar o Detran ou Secretaria da Fazenda de sua cidade. A negociação é feita pessoalmente apenas com o proprietário ou com terceiros mediante uma procuração. O pagamento deve ser feito em até dois dias ou uma nova negociação deve ser realizada para novo boleto ser emitido. Uma vez vencido deve-se negociar de novo.

Dá para conseguir desconto no IPVA?

O primeiro desconto possível do IPVA já é enviado automaticamente pelo sistema. O valor sofre um abatimento de 10% para pagamento integral. Quem paga parcelado não possui o desconto. Mas há outras formas de conseguir um valor mais baixo no imposto veicular? Sim, são elas:

Desconto no IPVA atrasado – muitos estados como o IPVA 2018 SP adotaram desconto na multa por atraso para incentivar o pagamento. Isso incentiva ao devedor quitar seus débitos. Em São Paulo o desconto pode chegar a mais de 75%. 

Para deficientes – deficientes físicos ou mentais ou portadores de doenças degenerativas possuem na verdade isenção e não desconto. Eles não pagam o imposto desde que possam comprovar a sua condição por meio de documentos e laudo médico oficial. A solicitação da isenção é realizada no Detran ou Secretaria da Fazenda de sua cidade.

Motoristas sem multas – No Pará e em alguns outros estados os motoristas sem multa podem conseguir um desconto de até 10%. Para isso não devem cometer uma infração de qualquer tipo no ano anterior.

É um desconto conhecido como Bom Motorista e vale no Amazonas, Pará, Rio Grande do Sul e deve seguir para outros Estados. A ideia é incentivar também um trânsito seguro nas grandes cidades dando benefícios a mais para quem segue a lei. 

No mais infelizmente é apenas pagando em dia para obter desconto no IPVA.

FONTE

4 Livros de literatura que podem te ajudar no vestibular

O vestibular é uma das provas mais importantes do aluno do ensino médio. Fecha um ciclo de estudos e coloca à prova três anos de conhecimento em sala de aula. Na avaliação alguns livros quando se trata da prova de literatura podem ajudar. Confira a seguir. 

Dicas de livros de literatura para ajudar no vestibular

Literatura é uma disciplina importante em vestibulares e a leitura de grandes clássicos é crucial por diversos pontos. Um deles é que os professores adoram citar grandes obras como referência para questões, com trechos bem complexos. Conhecer os livros pode ser de grande ajuda. 

Outro ponto a ser levado em consideração é a linguagem utilizada. A leitura dos livros obrigatórios ajuda o aluno a familiarizar-se com a norma culta da língua portuguesa, auxiliando também no desenvolvimento da redação de provas e concursos. Mas o que ler?

Quatro dicas de livros de literatura podem ajudar muito o candidato como:

Dom Casmurro, de Machado de Assis

Um dos autores mais conhecidos do Brasil, Machado de Assis é indicado em diversos países. A obra é narrada em primeira pessoa e mesmo sendo escrita em 1989 inspirou diversos novelistas brasileiros. Afinal, Dom Casmurro é aquele livro que pelo menos um vez na vida, temos que ler!

A trama romântica é simples de compreender. Bentinho é um jovem apaixonado desde a infância por Capitu. A vida do casal nunca foi tão perfeita até o melhor amigo de ambos, Escobar, ser um personagem frequente em sua casa. Esposa e amigo parecem ser bons amigos, mas não há algo a mais? Durante todo o livro convivemos com as dúvidas de Bentinho sempre com medo de ser traído e no final, nunca houve afirmação de uma traição. 

Vidas secas, de Graciliano Ramos

Uma das obras mais fortes sobre a vida no sertão nordestino traz o drama de uma família de retirantes fugindo da seca. A narração é forte com termos regionais, ajudando o aluno a se familiarizar com literatura realista com lançamento em 1938.

O núcleo familiar era formado por Fabiano, um vaqueiro acostumado com a vida dura no sertão. Há ainda o menino mais novo, o menino mais velho, a mãe Sinhá Vitória (uma eterna sonhadora), a cadela Baleia e um papagaio. A ave foi morta porque não sabia cantar e era o alimento da necessidade. 

Há muitas críticas positivas sobre a obra como sendo base de leitura de um vestibulando. Uma delas é a carência de diálogo de seus personagens, refletindo a ausência de instrução de seu meio e aceitação de sua condição por não haver alternativa. 

O cortiço, de Aluísio Azevedo

Lançado em 1980, é um retrato real dos cortiços do final do século 19. Esta ocupação muito comum nas grandes cidades da época é retrata com extremo realismo das ações dos personagens, que apesar de ‘cuspe no chão’ e ‘odor de urina’ eles ainda conseguem viver com alegria.

A obra foca em uma realidade muito comum hoje em dia: a ascensão social da classe baixa. João Romão é um dono de um cortiço e uma empreiteira e sonha em ser um classe média alta e reconhecido nos meios sociais. Mas sabe que seu meio verdadeiro e suas origens o atrapalham, assim como sua convivência com as pessoas do cortiço. 

A Hora da Estrela, de Clarice Lispector

Lançado em 1977, o livro conta a estória de uma jovem do interior migrando para a cidade grande. Macabéa é uma jovem com muitos sonhos mas com uma realidade bem triste. Na grande cidade do Rio de Janeiro lida com a solidão, com o preconceito e ainda com a ditadura militar muito forte.

Qual a diferença entre bacharelado e licenciatura?

Ao ter diploma de um curso superior alguns cursos possuem duas variantes: bacharelado ou licenciatura. Os dois possuem em média a mesma duração e alguns permitem ter os dois tipos de certificação, mas são diferenças. Entenda a diferença para escolher melhor seu curso de graduação. 

Entendendo o bacharelado

O bacharelado é o grau acadêmico básico de quem faz um curso superior de graduação. Todo profissional que deseja atuar na sua área de forma profissional e única é um bacharel. 

No Brasil o pré requisito para ser bacharel é que seu curso de graduação seja focado na capacitação profissional e não no ensino. Ele possui duração variável sendo alguns com três anos e outros com um pouco mais. Medicina e Direito, por exemplo, possui duração de 12 semestres (6 anos) enquanto Jornalismo apenas 8 semestres (4 anos). 

Para se tornar bacharel em uma área é obrigatório ter diploma de nível superior. O título é antigo e provém desde os tempos de Brasil Colônia, quando os bacharéis em Direito eram considerados pessoas importantes na sociedade. Hoje é comum e o termo é pouco usado.

Entendendo a licenciatura

Licenciatura é o tipo de formação profissional em que se deseja ensinar em sala de aula. Seria a formação de profissional da área de educação para ensinar jovens e adultos do ensino de base. 

Um curso com licenciatura trabalha disciplinas diferenciadas dentro de sua grade curricular. Pedagogia e psicologia são as mais necessárias para lidar com alunos em uma sala de aula. Também há muitas outras focadas apenas em lecionar, sem contar com o estágio obrigatório em sala de aula (seja ele remunerado ou não).

O mais importante a saber sobre licenciatura é que formado com este tipo de curso é possível ensinar apenas ao ensino de base, fundamental e médio. Para ser professor universitário é obrigatório ter ao menos especialização, sendo exigido na maior parte das universidades mestrado ou doutorado.

Bacharelado e licenciatura em um mesmo curso

No momento de entrar na faculdade é preciso decidir entre bacharelado ou licenciatura em alguns cursos. O que muda? Essencialmente o foco da carreira. 

Um graduado em história, por exemplo, pode se tornar um pesquisador da área, um estudioso mas não pode dar aulas. Existem várias formas de exercer a profissão sem ser em sala de aula. Já o formado em licenciatura pode atuar como professor e também pesquisar.

Algumas faculdades permitem ao estudante optar pelos dois em um mesmo curso sem a necessidade do vestibular mais uma vez. O aluno pode entrar no ensino superior e cursar uma graduação para se tornar bacharel e com mais dois anos, por exemplo, se formar em licenciatura. 

Este tipo de estudo é permitido nas universidades federais brasileiras e algumas do exterior. Cumprindo a carga horária e estendendo os estudos um pouco mais o universitário terá o diploma com as duas modalidades. Neste caso ele poderá tanto pesquisar e desenvolver projetos como lecionar para o ensino de base.

Para ser professor universitário, como dissemos antes, é preciso ter especialização ou mestrado. Em algumas universidades apenas doutorado.